es    en    it    fr   
 

f

x

 
Sobre

Sobre

Valeri Borisovich Ulzibat é o nome do cirurgião investigador e precursor da técnica denominada fibrotomia gradual por etapas. Nasceu em 1946 numa família de militares e estudou medicina na universidade de Kemerova. Exerce como traumatologista ortopédico e é professor em traumatologia e ortopedia desenvolvendo a sua actividade em diversas universidades e hospitais. Em 1990 é admitido pelo ministério da saúde da URSS toda uma série de recomendações sobre a metodologia do tratamento da dor. Em 1985 e tentando aliviar as dores musculares que sofria um doente familiar próximo, começou por realizar uma série de investigações e intervenções cirúrgicas que terminam numa técnica cirúrgica que hoje em dia é denominada por fibrotomia gradual por etapas. Para a prática das investigações, desenha e patentea uma série de instrumentos médicos específicos, que se ao inicio eram fabricados de forma quase artesanal, hoje em dia o seu fabrico tem toda uma sistemática complexa. Em Dezembro de 1996 defenda a tese do seu doutoramento em ciências médicas pelos excelentes resultados da sua metodologia; em 1998 é concedido o titulo de investigador honroso da federação russa a V.B. Ulzibat, e em Dezembro de 1999 o titulo de catedrático.

A técnica começou a ser utilizada a uma série de doentes com dores musculares ou miofasciais e com excelentes resultados em patologias que levam a espasticidade ( paralisias cerebral, displegia hemiparesia...). Apartir de 1992 e em nome do Instituto de Reabilitação Clínica de Tula , uma equipa de cirurgiões, anestesistas, neurologista e enfermeiros especializados, foram desenvolvendo e aperfeiçoando a fibrotomia gradual chegando a ser o que é hoje. Doentes de todo o mundo, desde então, deslocaram-se para ser intervencionados na clínica. Os médicos do Instituto defenderam oito teses e publicaram mais de 165 artigos científicos que dão aval perante a comunidade médica russa a fibrotomia. Todo uma série de conferências e intervenções em vários congressos médicos de diferentes países do mundo, ajudam a alargar o conhecimento da técnica a outros países. Lamentavelmente o professor faleceu repentinamente em 2004 e muitos dos projectos de extensão ficam terminados. Os seus conhecimentos ficam em mãos do Instituto de Reabilitação Clínica de Tula que ele mesmo fundou em 1992 e os seus elementos vão desenvolvendo novas conceito e diversas modificações da técnica, que se aplicam aos dias de hoje.
Se por um lado a técnica se foi aperfeiçoando e melhorando em diversos aspectos pelos seus pupilos, a falta do carácter empreendedor do Dr, Ulzibat, os problemas com o idioma e alguns factores mais, travam em certa medida a expansão da fibrotomia gradual por etapas fora da federação russa depois da sua morte.